Déficit do setor eletroeletrônico cresce 54% em janeiro

Segundo a Abinee, resultado é consequência do aumento de 39,2% nas importações e da queda de 13% nas exportações em relação a janeiro de 2016.

Setor eletroeletronico okO déficit da balança comercial dos produtos elétricos e eletrônicos atingiu US$ 2,2 bilhões em janeiro de 2017. De acordo com os dados da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), o resultado é 54% superior ao registrado no mesmo período do ano passado (US$ 1,4 bilhão).

O crescimento do déficit reflete o desempenho das importações, que aumentaram 39,2%, passando de US$ 1,8 bilhão para US$ 2,5 bilhões no primeiro mês deste ano. A alta das importações atingiu todas as áreas representadas pela Abinee, com exceção do segmento de automação, e com destaque para o aumento de 45,5% dos componentes elétricos e eletrônicos, cujo montante representa 60% das importações totais do setor.

Produção do setor eletroeletrônico recua 11,3% em 2016

As exportações, por sua vez, apresentaram redução, somando 349,3 milhões em janeiro, queda de 13% em relação ao mesmo período do ano passado. É importante observar que o resultado das exportações é reflexo de um fato isolado. A queda foi puxada pelo baixo desempenho das vendas externas de Equipamentos Industriais (-62,6%) que sofreu forte impacto da retração de apenas um item: dispositivos de tratamento de materiais por mudança de temperatura que, em janeiro de 2016, apresentou montante muito expressivo e pontual, atingindo US$ 90 milhões.

 

 

Compartilhe:

Post Comment

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com