Akna

Banco BS2 usa hiperconvergência em ambiente de adquirência e ganha em produtividade

Através de solução da Nutanix, companhia teve ganhos de 80% em processos de disaster recovery.

O Banco BS2, antigo Banco Bonsucesso, adotou a Enterprise Cloud Nutanix como solução de hiperconvergência e conectividade para sua nova operação de meios de pagamentos. Apostando na inovação, a instituição financeira conseguiu obter ganhos de produtividade de 80% em relação ao ambiente tradicional de infraestrutura, além de uma redução de 80% em espaço de data center.

Segundo Rafael Giannetti, coordenador de Infraestrutura de TI do Banco BS2, a companhia precisava desenvolver uma solução de adquirência, ou seja, de meio de pagamento. Para isso, era preciso contar com uma infraestrutura robusta, mas que não eliminasse o legado. Sem saber por onde começar, o banco recorreu à integradora Relacional TI em janeiro deste ano e chegou à conclusão de que a hiperconvergência era a melhor escolha.

Empresa lança solução para pequenos data centers

“Não queríamos replicar as deficiências que sentimos no ambiente tradicional ao de adquirência. Além disso, a infraestrutura tinha que ser pequena, já que adotamos o modelo de data center colocation”, explica Giannetti.

A partir dos quadrantes do Gartner, o BS2 selecionou fornecedores e realizou, ainda em janeiro, provas de conceito (POCs) com soluções Nutanix e Dell EMC. “Percebemos que a Nutanix estava com maturidade maior, bem como um custo mais atraente”, diz o coordenador.

Após a certeza da qualidade do produto, foram adquiridos três nós da solução para o data center principal e mais três para a operação de disaster recovery, em dois data centers colocation na Grande Belo Horizonte.

Entre os benefícios, Giannetti elenca o ganho de produtividade, que pode ser exemplificado durante a execução do Plano de Contingência de Negócio (PCN) semestral, obrigação exigida pelo Banco Central para todas as instituições financeiras do País. No teste, o ambiente principal do banco é desligado e toda a operação deve recomeçar no data center de contingência. “A execução leva uma hora na estrutura do banco, enquanto no ambiente de adquirência é de apenas 15 minutos”, explica.

Para ele, a simplicidade deste novo ambiente é a principal vantagem, dando maior qualidade de vida para os funcionários de TI. “Até mesmo os upgrades foram melhorados, já que, neste novo ambiente, podemos realizar a operação em horário comercial, sem parar o banco e sobrecarregar a equipe”, explica, lembrando que no ambiente tradicional é necessário fazer qualquer operação durante finais de semana.

Solução de adquirência é primeiro passo para digitalização

O plano para criar uma solução de meios de pagamentos surgiu em dezembro de 2016, quando foi desenvolvida a Adiq, que ainda não entrou em operação. “Hoje, o ambiente da Adiq está separado do resto do banco para caso vire uma spin off no futuro”, lembra Giannetti. Para os planos de expansão do Banco BS2, também está a adaptação e atualização da infraestrutura atual e todo o legado para suportar a operação de um banco digital.

Compartilhe: