Akna

Cinco formas usadas por cibercriminosos para lucrar com dados roubados

Infográfico explica como hackers conseguem dinheiro após realizar seus ataques.

Os cibercriminosos conseguem roubar dados a partir de vulnerabilidades encontradas em sistemas, principalmente os empresariais. Muitas vezes, o uso de um bom antivírus ou softwares de proteção não é o suficiente para impedir uma invasão virtual. De acordo com dados da Symantec, o custo do despreparo frente ao cibercrime, gerou prejuízos de cerca de R$ 70 bilhões para a economia brasileira em 2017, e afetou 62,7 milhões de pessoas e empresas, que perderam 24 horas para lidar com os danos pós-ataques.

Perdas com fraudes bancárias podem chegar a US$ 93 bilhões

Mas o por que os hackers querem tanto os dados? Apesar da maioria das pessoas começar a entender os perigos da Internet, poucos sabem como os cibercriminosos conseguem lucrar com isso. Saber os motivos pelos quais os hackers investem tanto tempo para tentar burlar sistemas cada vez mais seguros é tão importante na tentativa de evitar o ataque virtual quanto conhecer os procedimentos usados.

Para ilustrar este cenário e trazer aos profissionais de segurança da informação uma outra visão sobre os crimes cibernéticos, a Flipside, principal fornecedora de treinamentos em conscientização corporativa em segurança da informação da América Latina, desenvolveu um infográfico apresentando como os cibercriminosos conseguem transformar as informações roubadas em dinheiro. Veja:

Você pode baixar todas as imagens neste link.

Compartilhe: