Akna

Motorola Solutions estuda oferecer frequência de rádio com dados móveis via 4G/LTE

Com a liberação da faixa de 700 MHz, empresa desenvolve rede para fornecer acesso à Internet para equipes de campo, seja em indústrias ou na segurança pública. 

orolaO desligamento do sinal analógico de televisão está possibilitando o desenvolvimento de inovações na indústria de telecomunicações brasileira com a liberação da faixa de 700 MHz para uso de novas tecnologias. Com uma parte da frequência para uso exclusivo à defesa nacional, operações de missão crítica e indústria, a Motorola Solutions, fabricante de rádios e redes de comunicação para estes equipamentos, já desenvolve uma rede LTE para oferecer a estes setores acesso a dados móveis para melhorar a tomada de decisão em campo.

Novas soluções da Motorola Solutions otimizam comunicações de segurança pública

Secretaria de Segurança da Paraíba inaugura sistema digital de radiocomunicação da Motorola Solutions

De acordo com o presidente da empresa no Brasil, Elton Borgonovo, o LTE é uma rede 4G dedicada à segurança pública e à indústria. Por ela, o policial em campo pode receber e transmitir dados, sejam vídeo, fotos ou mapas, entre outros. Dessa forma, operações podem ser gravadas e transmitidas em tempo real, além da possibilidade de policiais compartilharem fotos de atitudes suspeitas em uma rede de maior segurança, com acesso completamente restrito. 

“Ele ganha mais acesso à informação e pode compartilhar o que sabe com a central de comando. A comunicação em uma operação é melhorada e a tomada de decisão se torna mais assertiva”, explica o executivo, que completa ao dizer que o LTE complementa o uso do rádio pelas tropas em campo. “Seria possível, inclusive, compartilhar a imagem da luneta de um ou mais snipers (atiradores de elite) com a central, definindo qual tem a melhor visão para o disparo.” 

O Exército Brasileiro já fez uma pequena aquisição para testes do LTE, segundo Borgonovo. “Esta é uma oportunidade para o desenvolvimento de soluções para o Brasil”, afirma. A empresa também tem utilizado a tecnologia nos Estados Unidos, onde participa de um projeto desde 2017 para cobrir todo o território norte-americano com rádio digital. “Los Angeles já conta com a tecnologia, bem como todo o Reino Unido e dois países no Oriente Médio.” 

Outros mercados de olho no LTE 

Como a frequência de 700 MHz conta com uma faixa exclusiva para uso de missão crítica e indústria, a empresa também trabalha para disponibilizar o LTE para estes mercados. Borgonovo diz que a intenção é sensores de alerta de desastres das Defesas Civis nos Estados utilizem a conexão para se comunicar com as centrais. Outra oportunidade também surge para as distribuidoras de energia elétrica, que podem utilizar a tecnologia para capturar informações de seus clientes via telemetria. 

A Motorola Solutions também tem oferecido outros produtos que complementam o uso do LTE, como o aparelho LEX L10, desenvolvido para equipes de campo que conta com soluções de rádio, telefonia móvel e funções de smartphone, e pode se aproveitar da rede de dados móveis. Outro produto é a solução tática LXN 500, que permite abrir uma “bolha” de comunicação 4G dedicada em qualquer lugar, ideal para operações policiais porque pode ser carregada dentro de uma mochila.

Compartilhe: