Akna

Como a Avaya Brasil mantém os negócios mesmo com a concordata nos EUA

Em entrevista exclusiva, Márcio Rodrigues, presidente da subsidiária brasileira da Avaya, fala sobre o processo de concordata nos Estados Unidos e explica como a operação local está administrando a crise e bloqueando o assédio de concorrentes para manter os negócios.

“A Avaya Brasil tem uma estrutura forte que apoia a América Latina”. Esta é a mensagem principal de Márcio Rodrigues, presidente da Avaya Brasil, para tranquilizar os clientes ao longo do processo de concordata (Chapter 11) da companhia nos Estados Unidos.

Extreme compra unidade de rede da Avaya por US$ 100 milhões

Justiça americana aprova empréstimo para ‘recuperação judicial’ da Avaya

Nesta entrevista, Rodrigues ratifica que o processo de concordata se restringe aos Estados Unidos e não afeta os negócios da empresa como um todo, incluindo o compromisso com Pesquisa e Desenvolvimento. Rodrigues também comenta que a companhia mantém o investimento e o foco em soluções para contact center e reforça a parceria com os canais, por meio de ajustes no Programa de Canais após o Chapter 11. Acompanhe a entrevista.

Compartilhe: