Akna

Rede de hospitais no RS melhora performance em até 15% ao adotar hiperconvergência

Hospital Mãe de Deus investiu em projeto da VMware para otimizar seus sistemas e agilizar processos.

O Hospital Mãe de Deus, responsável por três hospitais públicos e três privados no Rio Grande do Sul, percebeu que seus funcionários e pacientes demandavam cada vez mais recursos de TI. Para solucionar este problema, eles poderiam trocar todos os desktops da organização ou tornar seu data center mais robusto. A instituição avaliou as opções e optou por preservar o recurso e investir em uma solução de hiperconvergência.

Hospital Santa Izabel na Bahia aprimora decisão clínica com tecnologia

A solução escolhida foi o vSAN, da VMware, e o Hospital Mãe de Deus conseguiu aumentar sua produtividade com um acréscimo de 10% a 15% em performance, o que impactou na redução do número de chamados no suporte e na melhora na experiência dos pacientes. O atendimento se tornou mais ágil e a velocidade de processamento dos relatórios do setor de faturamento cresceu, passando de quatro horas para menos de cinco minutos.

O diretor corporativo de TI do Hospital Mãe de Deus, Ricardo Sahlberg, comenta que o vSAN tem entregado armazenamento e velocidade mais rápido para as estações de trabalho, tornando possível também escalar os recursos de TI para os momentos de maior demanda. “Conquistamos ganho de performance de todas as tecnologias que instalamos em cima do vSAN”, diz. O hospital pretende replicar o modelo de vSAN para todos os servidores e unidades hospitalares. Além disso, almeja ter 100% do data center servido pelo vSAN.

O projeto no Hospital Mãe de Deus, é um dos exemplos de como a hiperconvergência tem gerado maior escalabilidade, flexibilidade e performance nos data centers de clientes da VMware. Implantado pela integradora Gruppen, outros dois projetos semelhantes também foram realizados na região. Veja:

Mais agilidade na ReiterLog

A ReiterLog, empresa do segmento de transportes refrigerados e logística compartilhada, tinha a necessidade de ter um ambiente com alta disponibilidade, redundância e maior performance para garantir a entrega de informações em tempo real aos seus clientes. Grande parte das cargas transportadas pela empresa são frigorificadas, o que torna ainda mais importante a disponibilidade dos sistemas e o acesso dos motoristas e clientes às informações de localização.

A companhia conquistou um aumento de 30% a 40% de desempenho na extração de informações da base de dados e na disponibilidade dos sistemas da empresa, que opera a todo momento. “Agora possibilitamos o acesso às informações em tempo real pelos motoristas dos caminhões e também pelos clientes”, comenta Angelo Sironi, gerente de TI da ReiterLog.

A solução da VMware também permitiu a simplificação do gerenciamento dos servidores da empresa, inclusive no data center backup, além de aumentar a segurança dos dados e a portabilidade das aplicações ao possibilitar o uso de diferentes tipos de hardware – sejam eles legados ou novos. Com esses benefícios já alcançados, a ReiterLog pretende implementar o vSAN na nuvem em 2019.

Tomada de decisão mais rápida na Plimor

A Plimor, transportadora de cargas fracionadas para grandes embarcadores, que realiza cerca de 100 mil entregas por dia, sentia a necessidade de aumentar a capacidade de armazenamento e processamento do seu data center com o objetivo de melhorar o desempenho do negócio e apoiar seu projeto de big data.

Com a solução vSan, a empresa otimizou as tomadas de decisão com base em informações estruturadas e não estruturadas. Hoje, a empresa consegue entregar informações em tempo real a mais de 50 parceiros para que possam gerenciar o seu negócio com a mesma qualidade de dados.

“Conseguimos preservar o investimento anterior e, agora, conforme ampliarmos nossa rede de parceiros, consigo escalar a infraestrutura sem precisar desembolsar grandes quantias, facilitando a expansão da empresa”, finaliza Cleber Pessuto, gerente de TIC e automação da Plimor. Agora, a empresa está analisando o investimento em nuvem. A empresa deseja migrar para um ambiente híbrido com tecnologias da VMware.

Compartilhe: