Akna

SDN é essencial para a transformação digital, diz executivo da Orange

Rede mais eficiente é o segredo para garantir a conectividade dos serviços de TI.

Segundo dados da IDC, a demanda por redes definidas por software (SDN, na sigla em inglês) deverá crescer 89% em 2018. A tendência se baseia na automação que traz, colocando uma camada de software sobre a infraestrutura da rede, que fica responsável por orquestrar a disponibilidade de seus componentes. Para Felipe Stutz, diretor de Soluções para América Latina na Orange Business Services, essa característica é fundamental para a transformação digital.

Banco do Brasil aposta no SDN na busca por melhor performance

OpenStack está virando o padrão para o NFV, diz diretor de Arquitetura da Red Hat

“O SDN trabalha como um habilitador ao permitir a melhor conectividade à rede, o que se torna necessário na medida em que se implantam mais tecnologias em uma empresa”, disse o executivo durante webinar realizado pela Orange. Se a transformação digital nada mais é que utilizar a inovação para dar mais eficiência a maneira que uma empresa presta seu serviço ou faz o seu produto, o SDN surge como forma de garantir que a rede opere a favor dessa onda.

Stutz acredita que a tecnologia se vende influenciada pela melhor eficiência que traz à rede, reduzindo custos e trabalho operacional no curto prazo e organizando o orçamento da empresa a longo. “Através do software, há uma redução dos ativos na rede, simplificando o uso e a gerência”, explica.

A manutenção do legado também é importante e, segundo o diretor, é possível aderir à tecnologia ao longo de dois ou três anos, a medida que a infraestrutura precisar ser atualizada. “É necessário que a empresa faça a análise correta da atualização, como trocar a aquisição de um novo hardware por um serviço virtualizado”, comenta.

Stutz recomenda uma avaliação criteriosa de fornecedores e suas tecnologias. “O OpenStack, por exemplo, traz o benefício da flexibilidade de integração”, diz. “Cada caso é único e a empresa precisa estudar para descobrir qual a melhor forma de implementar.”

Compartilhe: