Videocolaboração reduziu as viagens para reuniões em 75% no Hospital Adventista de São Paulo

Solução diminuiu gastos da empresa e permitiu também vem sendo utilizada para realização remota de treinamentos e cursos.

medico telemedicina hospitalO Hospital Adventista de São Paulo adotou as soluções de vídeo colaboração da Polycom, inicialmente, para reduzir custos com viagens em reuniões presenciais. O projeto foi implantado ao longo do primeiro semestre de 2015 e, hoje, a diretoria do Grupo Adventista já utiliza a tecnologia dez vezes por mês, em média. Tendo como base a quantidade de viagens realizadas no período anterior à adoção da telepresença, houve redução de 75% das necessidades de deslocação, aponta o hospital.

A implantação do projeto interligou 100 pontos distintos do Grupo Adventista, tanto no Brasil quando em outros países da América Latina, envolvendo outros hospitais e os planos de saúde gerenciados pela companhia.

Associação alerta sobre o uso de dados médicos sem autorização

Conforme destaca Fábio Carvalho, gerente de TI no Hospital Adventista de São Paulo, ainda não há registros do quanto foi economizado financeiramente e em tempo de deslocamentos, “mas identificamos o aumento de produtividade, a agilidade nas tomadas de decisão e a redução de custos alcançados com essa tecnologia”.

A plataforma da Polycom ainda é utilizada para a realização de treinamentos. Fábio Carvalho explica que a cursos são ministrados remotamente para cinco unidades hospitalares e duas clínicas do Grupo Adventista, com uma média de seis participantes em cada estabelecimento. “As palestras e aulas são gravadas e ficam disponíveis para consulta dos colaboradores”, diz o gerente de TI.

A solução de videoconferência também é utilizada pelo Plano Garantia de Saúde, pertencente ao Grupo Adventista, e permitiu aumentar a velocidade com que as regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANSS) são transmitidas às quatro operadoras dos planos e ao grupo.

Além disso, a tecnologia possibilitou a realização de mais reuniões e contando com a participação de todos os hospitais e áreas do grupo. De acordo com Thiago Vilas Boas, gerente do Plano Garantia de Saúde, eram realizadas três ou quatro reuniões presenciais ao ano, sendo que apenas três pessoas eram designadas para presenciá-las. “Atualmente, são cerca de 15 videoconferências anuais com a participação de 40 a 50 pessoas”, diz.

O próximo passo do Hospital Adventista de São Paulo com a videoconferência é levar a solução para um aplicativo de smartphone, expandindo o uso da plataforma Polycom para um maior número de interações.

Compartilhe:

Post Comment