Akna

Alibaba e Tencent acirram disputa fora do e-commerce chinês

As duas empresas já investiram US$ 10 bilhões em negócios focados no varejo, atacando tanto o setor de lojas físicas quanto o de meios de pagamento.

Os gigantes tecnológicos da China Alibaba Group e Tencent Holdings, que juntos valem US$ 1 trilhão, investiram nos últimos doze meses mais de US$ 10 bilhões em negócios focados no varejo, aumentando seu alcance online e em lojas físicas. O ataque, apoiado pelos recursos em caixa e o aumento dos preços de suas ações, faz parte de uma batalha para conquistar consumidores e comerciantes para seus sistemas de pagamento, logística, serviços de dados e mídias sociais.

Mastercard e Visa apostam em inovações para o mercado de pagamentos

O resultado é que existem cada vez menos varejistas sem acordo de fidelidade com uma das duas empresas. “Todos os varejistas no mundo físico estão muito preocupados. Eles têm que assumir um lado”, disse Jason Yu, diretor-geral da empresa de pesquisa de mercado Kava Worldpanel, com sede em Xangai, à Reuters. “Caso contrário, temem que sejam comidos vivos no futuro.”

O Alibaba é líder no comércio eletrônico na China e sua subsidiária Ant Financial lidera os pagamentos móveis. Os pontos fortes de Tencent residem nas mídias sociais, pagamentos digitais e jogos. A empresa também tem uma participação importante no segundo maior varejista online, JD.Com.

Tencent e JD.com têm uma gama crescente de aliados, incluindo o varejista francês Carrefour, que anunciou um investimento potencial da Tencent, e o gigante de varejo norte-americano Walmart, que tem participação na JD.com.

A Tencent também comprou uma participação em uma rede de lojas de vestuário, operadores de shopping Wanda Commercial, e este mês fechou uma aliança com a rede de mercados. No lado do Alibaba, há mais investimentos em mercados, lojas de produtos para bricolagem, além de outros varejistas.

Mas a principal disputa está no mercado de pagamentos móveis chinês, estimado em quase US$ 13 trilhões, onde Alibaba e Tencent estão em pé de igualdade. O Alibaba assumiu uma participação de 33% em sua subsidiária de pagamentos, a Ant Financial, este mês antes da esperada mega oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da empresa.

A Ant opera a principal plataforma de pagamento móvel da China, a Alipay, enquanto o sistema de pagamento da Tencent no seu popular aplicativo de bate-papo Weixin está se recuperando rapidamente. Ambas as empresas também estão dando um grande impulso em serviços de computação em nuvem e dados.

Compartilhe: