Akna

Grupo Logístico Andreani investe em sistema de gestão de armazém e aumenta produtividade

Com Infor SCE, companhia conseguiu mapear estoque e estabelecer estatísticas da operação.

andreaniBuscando atualizar o seu sistema de almoxarifado, o Grupo Logístico Andreani, empresa argentina especializada no segmento de logística de medicamentos, recorreu a provedora de aplicações Infor e adquiriu a solução Infor SCE (Supply Chain Execution), um software para gestão da cadeia de suprimentos. O sistema, implantado no começo de 2015 em dois armazéns, permitiu ao Grupo Andreani automatizar sua gestão de depósitos, além de otimizar os processos logísticos, aumentar a produtividade e eliminar o uso de papéis.

De acordo com Gustavo Echenique, diretor de Tecnologia e Processos do Grupo Andreani, a companhia adotou a tecnologia para se atualizar as tendências de infraestrutura, mobilidade e conectividade. “Era necessário uma solução moderna e que nos desse flexibilidade para operar com mais eficiência”, diz.

Essa flexibilidade foi conquistada graças à customização do SCE às normas específicas da indústria farmacêutica. Lisandro Sciutto, diretor de produto para a Infor América Latina, explica que esse setor possuiu regras para gerenciamento de estoque, onde alguns produtos não podem ser armazenados ou transportados perto de outros, para evitar contaminação. “Nossa solução mapeia o armazém do Grupo Andreani, indicando onde é o local de armazenamento de cada produto”, explica Sciutto.

Além disso, o SCE é integrado ao software de gestão Infor ERP LN, também utilizado pela companhia de logística, permitindo que os dois sistemas recebam ordens de venda ao mesmo tempo, facilitando o trabalho de faturamento.

Na visão de Echenique, os principais benefícios foram a redução da dependência da experiência dos funcionários no armazém e a possibilidade de consultar estatísticas da operação atual, mantendo o controle a partir de relatórios, consultas e gráficos online.

Segundo o executivo do Grupo Andreani, os dois depósitos que contam com o sistema operam independentes, cada um servindo uma empresa diferente: a drogaria Farmanet e o Laboratório Rofina, responsáveis por metade do faturamento da empresa com armazenagem e que contam com 50 mil pedidos mensais.

O próximo passo do Grupo Andreani é implantar o SCE nos demais depósitos. “Estamos trabalhando para implantar a solução em mais um armazém e planejamos implementá-lo nos restantes em até dois anos”, finaliza.

Compartilhe: