HPE apresenta supercomputador para a Era do Big Data

Protótipo é o maior computador de memória única do mundo, com 160 TB.

A Hewlett Packard Enterprise (HPE) apresentou esta semana o maior computador de memória única do mundo. Com 160 terabytes (TB) de memória, o protótipo permite trabalhar simultaneamente com os dados contidos em cinco vezes o total de livros da Biblioteca do Congresso Norte Americano — ou seja, cerca de 160 milhões de livros.

Mercado de Big Data vai triplicar na AL até 2022, aponta Frost & Sullivan

Segundo a fabricante, jamais havia sido possível armazenar e manipular conjuntos de dados inteiros desse tamanho em um sistema de memória única (com um único espaço de endereçamento), e categoriza o feito como um vislumbre do imenso potencial da computação centrada em memória.

O computador faz parte do projeto de pesquisa The Machine, o maior programa de Pesquisa & Desenvolvimento da história da empresa, que tem como objetivo criar um novo paradigma chamado de computação centrada em memória — uma arquitetura customizada para a era do Big Data.

A computação centrada em memória coloca a memória, e não o processador, no centro da arquitetura de computação. Eliminando as ineficiências na forma como a memória, o armazenamento e os processadores interagem hoje nos sistemas tradicionais, a computação centrada em memória reduz o tempo necessário para processar problemas complexos de dias para horas — para fornecer inteligência em tempo real.

Com base no protótipo atual, a HPE espera que a arquitetura possa facilmente ser expandida para um sistema de memória única na escala dos exabytes e, além disso, para um pool quase ilimitado de memória — 4.096 yottabytes. De forma contextualizada, isso equivale a 1.000 vezes todo o universo digital existente hoje no mundo.

Com essa quantidade de memória, é possível trabalhar com todos os registros digitais de saúde de todas as pessoas do mundo, todos os dados do Facebook, todas as viagens dos veículos autônomos do Google e todos os conjuntos de dados de exploração espacial ao mesmo tempo — obtendo respostas e descobrindo novas oportunidades em uma velocidade sem precedentes.

Especificações técnicas

O novo protótipo baseia-se nas realizações do programa de pesquisa The Machine, incluindo:

  • 160 TB de memória compartilhada distribuídos por 40 nós físicos, interligados por meio de um protocolo de rede de alto desempenho;
  • Um sistema operacional otimizado baseado no Linux, executado no ThunderX2, o carro-chefe da segunda geração de SoC de soquete duplo compatível com ARMv8-A e otimizado para cargas de trabalho, cuja fabricação é da Cavium Inc;
  • Links de comunicação óticos e o uso de fotônica, incluindo o novo módulo criado pela HPE chamado X1, que já está disponível e em operação;
  • Novas ferramentas de programação de software projetadas para tirar proveito de uma grande quantidade de memória persistente.

Compartilhe: