Akna

Provedor recebe crédito de R$ 20 bi do BNDES e expande rede fibra óptica no interior do Nordeste

A aproximação entre o BNDES e a Brisanet teve início há 4 anos, quando o Banco foi procurado pela Abrint, da qual a empresa é integrante, para superar dificuldade enfrentada pelos pequenos provedores no acesso a crédito para investimento.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financiou, com R$ 10 milhões da linha BNDES Finem – Telecomunicações, a expansão da  rede de fibra ótica do provedor Brisanet, de Pereiro (CE), que passa a atender 170 mil famílias no interior do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte com serviços de telecomunicações – internet, TV e telefonia.

STUDIO IPNEWS: Brasil perde oportunidades por ter apenas 8% das instalações em fibra óptica

O projeto, que começou a ser implantado em 2015, resultou na entrega de mais 10 mil quilômetros de fibra ótica no fim do mês passado.

A aproximação entre o BNDES e a Brisanet teve início há 4 anos, quando o Banco foi procurado pela Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint), da qual a empresa é integrante, para superar dificuldade enfrentada pelos pequenos provedores no acesso a crédito para investimento. O apoio à Brisanet foi o primeiro a ser viabilizado.

O empenho deu resultado: a empresa passou a ser considerada um player de  serviços de telecomunicações, oferecendo banda larga, TV por assinatura e telefonia. O diferencial da operação com a Brisanet foi a estruturação de um contrato de R$ 20 milhões com as garantias baseadas em recebíveis.

Outra solução inovadora contornou a falta de acesso da população atendida à rede bancária, o que dificultava o controle dos pagamentos. A empresa firmou  parcerias com farmácias e bancas de jornal, disponibilizando um equipamento exclusivo de cobrança nestes pontos. O assinante da Brisanet recebe a cobrança por celular ou e-mail e faz o pagamento nestes estabelecimentos, que repassam o valor da assinatura à empresa, retendo um pequeno percentual.

A Brisanet capacitou mão de obra e ampliou seus quadros de 597 para 1.876 funcionários. No total, a empresa investiu cerca de R$ 30 milhões no projeto, que contemplou a expansão da  infraestrutura de telecomunicações, com a instalação de fibra ótica nas 14  cidades atendidas. O número de clientes de serviços de internet prestados pelo provedor saltou de 50 mil assinantes em 2015 para 90 mil hoje.

Hoje, a Brisanet entrega no sertão nordestino um serviço de internet de banda larga de qualidade, com capacidade de até 1 gigabyte, enquanto o  assinante nos grandes centros costuma contar com uma conexão de até 100 megabytes.

Compartilhe: