Akna

Voz sobre LTE deve atender a 51 milhões de usuários até o final do ano

Relatório recente da Infonetics Research prevê a operação de 30 redes comerciais até o final de 2014.

 

Operadoras da América do Norte e Ásia-Pacífico estão começando a implementar o VoLTE e um relatório recente to Infonetics Research prevê 30 redes comerciais com mais de 51 milhões de assinantes no mundo inteiro até o final de 2014.  A implementação e número de conexões do VoLTE devem acelerar em 2015.  Nos EUA, a T-Mobile e a AT&T lançaram o VoLTE em maio desse ano e a Verizon lançou a tecnologia em setembro.  A Sprint está na “fase de programação” do VoLTE e deve anunciar o lançamento da tecnologia em 2015. A Rogers, do Canadá, deve lançar a tecnologia em breve.

Com central IP, MiniCom planeja economizar R$ 477 mil por ano

O VoLTE é uma solução empresarial, apresentando uma solução completa para empresas de telecomunicações ao migrar o negócio de voz para uma rede todo IP. O processo requer a evolução da rede core existente do circuito comutado base para uma rede core de Subsistema Multimídia IP (IP Multimedia Subsystem – IMS), que suporta serviços de comunicação como voz em Alta Definição, chamadas de vídeo, chamadas WiFi e serviços RCS. É um pacote completo para infraestrutura de rede, incluindo IMS, Evolved Packet Core, LTE-Radio Access Network (RAN) e integração de sistemas.

A norma do VoLTE já contempla serviços de voz de alta qualidade.  O serviço oferece “conversas muito claras” e permite surfar na Internet ao mesmo tempo com velocidades de 4G LTE, além de garantir uma experiência ainda melhor para o consumidor, comparado com serviços VoIP (Voz sobre Protocolo de Internet).

Chris Pearson, Presidente da 4G Americas, disse “O VoLTE está ganhando mercado na América do Norte e outros mercados com a crescente cobertura do LTE. Combinando o RCS com o VoLTE, as operadoras podem oferecer serviços de comunicação novos e intuitivos para seus clientes”.

Um dos aspectos chaves para a próxima evolução do VoLTE será a interoperabilidade; em novembro, a AT&T e a Verizon anunciaram que estão desenvolvendo um conjunto completo de requisitos, começando com testes em laboratório para depois realizar testes em campo. A interoperabilidade deve ser disponível para clientes da Verizon e da AT&T em 2015.  Quando outras operadoras implementam a interoperabilidade, seus clientes terão uma experiência integrada ao usar serviços como voz HD e outros RCS como chamadas de vídeo, mensagens ricas e outros serviços no futuro.

Semelhante ao VoLTE, o RCS também aproveita dos recursos de controle do IMS para oferecer um portfólio rico de serviços multimídia, como mensagens multimídia, bate-papo, transferência de arquivos, privacidade, listas de amigos e presença.   Em conjunto, o VoLTE e RCS criam uma plataforma que oferece uma experiência de comunicação mais integrada ao assinante.

Os principais aspectos analisados em A Evolução Tecnológica e Ecossistema de VoLTE e RCS incluem:

Uma visão geral do VoLTE e RCS e suas normas e interoperabilidade

Desempenho do VoLTE e questões de roaming e regulamentação

A Coexistência de VoLTE e RCS em IMS

Evolução para RCS: melhores práticas para implementação e serviços

“O VoLTE e o RCS representam um grande avanço. As operadoras terão a capacidade de aprimorar a experiência do usuário e evoluir a banda larga móvel usando serviços avançados de comunicação”, disse Akhil Gokul, Gerente de Engajamento da Ericsson, e um dos editores e líderes do grupo que produziu o relatório.

Compartilhe: