Akna

Nova solução promete impulsionar comércio eletrônico no Chile

Tecnologia poderá facilitar também que varejistas online da América Latina cheguem a compradores digitais chilenos.

A DHL eCommerce, divisão do Deutsche Post DHL Group (DPDHL), lançou no Chile uma operação de entregas domiciliares B2C com soluções sob medida e centradas no cliente. O setor de comércio eletrônico chileno deve dobrar de tamanho até 2020, quando sua movimentação financeira chegará a US$ 2,3 bilhões.

Riachuelo lança plataforma de e-commerce com 15 mil itens à venda

“O comércio eletrônico tem um futuro brilhante em toda a América Latina, com uma taxa de crescimento anual composta de 21% CAGR, devendo atingir US$ 54 bilhões até 2020. No Chile, que apresenta o maior volume de compras on-line da região, a renda da população está aumentando, a conectividade digital vem melhorando e sete entre 10 consumidores já fazem compras on-line”, afirma Charles Brewer, CEO da DHL eCommerce.

A DHL eCommerce oferece entrega no dia seguinte em Santiago e em dois a três dias nas demais cidades chilenas. Dando aproveitamento máximo aos comprovados conhecimentos especializados em logística do DPDHL Group em mais de 220 países e territórios, a DHL eCommerce prestará os melhores serviços da categoria em entregas domiciliares rápidas, preditivas e seguras, associadas a tecnologia inovadora para os estabelecimentos, marcas e portais de comércio eletrônico. Empresas de e-commerce que procuram expandir o alcance de seus mercados podem se utilizar dos serviços de entrega em nível nacional que agora estão sendo oferecidos pela DHL eCommerce no Chile.

Para equipar os estabelecimentos de comércio eletrônico com as melhores soluções da categoria, a DHL eCommerce administrará a entrega ponta a ponta de pacotes, da loja até o consumidor, disponibilizando também o recurso de rastreamento em tempo real.

“O Chile é um dos mercados de comércio eletrônico mais avançados da América Latina, com índice de penetração da Internet de 72% e de penetração de smartphones de 50% – o mais alto da região”, observa Hugo Donoso, Diretor Geral da DHL eCommerce Chile. Como o comércio eletrônico hoje responde por 2,8% do total das vendas do varejo no país, o potencial de crescimento é imenso.

Compartilhe: