Seminário discute carga tributária de telecom nesta quinta-feira

Mais de 43% do valor total da conta telefônica do brasileiro são tributos incidentes sobre a receita líquida das empresas.

O peso da carga tributária sobre o setor de telecomunicações é tema de seminário que reúne especialistas e profissionais do setor no Seminário ABETEL 2016, na próxima quinta-feira (12), para discutir e elaborar diretrizes e propostas que visam à racionalização dos tributos sobre as empresas de telecom.

Dívidas das operadoras de telefonia atingem cifras bilionárias

“A carga tributária sobre os serviços de telecomunicações do Brasil é hoje um dos maiores do mundo”, afirma Gustavo Alves, presidente da ABETEL e diretor tributário da TIM Brasil.

Estudo realizado pela GSMA, associação representante das maiores operadoras do mundo, em 50 países em desenvolvimento, colocou o Brasil na 3º posição entre as mais altas taxas de serviços de telecomunicações, ficando atrás apenas de Turquia e Uganda. No total da conta telefônica do brasileiro, 30,15% são de tributos incidentes sobre a receita bruta, que correspondem a 43,16% sobre a receita líquida.

Esse cenário é ainda mais crítico nos estados onde a alíquota de ICMS para serviços de comunicação é superior a 25%. Esse será o tema do painel “O ICMS e as prestações de serviços de comunicação”, que será conduzido por Victor Mendonça, diretor administrativo da ABETEL e gerente tributário da TIM Brasil.

Serviço: Seminário ABETEL 2016
Data: 12 de maio, das 9h às 18h
Local: Hotel Pestana – Rio de Janeiro
Mais informações: seminarioabetel.com.br

Compartilhe:

Post Comment