Akna

Unify aposta na integração com outros sistemas como diferencial do Circuit

Solução de colaboração da empresa conta com APIs abertas para se integrar com aplicações comerciais e já tem sido utilizada no EaD.

A Unify, empresa de software e serviços de comunicação do Grupo Atos, lançou este mês no Brasil a sua mais nova solução de colaboração, o Circuit. Desenvolvido para a nuvem, o software é distribuído como serviço (SaaS) e permite chamadas telefônicas individuais ou em grupo, teleconferência, compartilhamento de tela e de documentos, chat, aplicativo móvel, entre outras funções. Mas o diferencial da solução é a integração com outros sistemas.

Unify lança solução para ambientes de trabalho digitais

“Não queremos que nosso produto seja apenas uma solução de conferência”, afirma Luiz Domingos, CTO e sênior VP de Product House da Unify. Por isso, a empresa tem investido em diferentes frentes de inovação para que o Circuit se destaque no mercado. A estratégia da companhia é trabalhar com APIs abertas, visto que o investimento em desenvolvimento próprio não é tão atraente, diz o executivo.

Um exemplo a integração com soluções da Microsoft, onde o usuário pode utilizar o calendário do Windows 10 para marcar conferências ou iniciar uma conversa de chat a partir de um e-mail. A integração chega ao nível de se comunicar com outras soluções de colaboração, como o Skype for Business, para que a empresa usuária do Circuit possa se comunicar com clientes e fornecedores independente da ferramenta que estes usam.

“Nossa intenção é que o Circuit seja integrado ao contexto do cliente, conversando até mesmo com aplicações comerciais. Uma possibilidade seria trabalhar com sistemas de força de vendas, onde este rodaria dentro do Circuit, permitindo uma melhor comunicação entre equipes”, explica Domingos.

Em desenvolvimento próprio, a Unify tem trabalhado, por exemplo, em tecnologias de transcrição de voz para que as chamadas gravadas possam ser transcritas, além de desenvolver uma ferramenta de busca para encontrar trechos no meio de gravações. Ainda em voz, a empresa espera integrar a solução a assistentes de voz, como a Alexa da Amazon, para que possam ler e enviar mensagens.

Outro ponto que Domingos destaca é o uso do Circuit como plataforma de ensino à distância (EaD), que permite a realização de videoconferências para aulas em tempo real, comunicando professor com alunos. A Unify conta com o LMS Certification, certificado global que dá base para a empresa distribuir a solução como sistema de EaD e hoje está sendo utilizado em universidades nos Estados Unidos.

Foco na nuvem para atrair clientes de diversos tamanhos

O executivo lembra que a solução já havia sido lançada há um ano na Europa e nos Estados Unidos, tendo esse tempo para adequar a legislação brasileira. A distribuição será feita através de parceiros e pode ser implementado na própria nuvem da Unify, em uma cloud privada ou híbrida, a depender da preferência.

“Acreditamos que o on premises vai cair ao longo dos próximos anos e por isso nosso foco é a nuvem, com a intenção de nos tronarmos um grande competidor na oferta de soluções de colaboração como serviço”, afirma.

Por ser um SaaS, a solução é atraente para qualquer tamanho de empresa, incluindo as pequenas. “Não é preciso fazer investimento em CAPEX, com o pagamento se dando por número de licenças e por níveis de consumo, como número de pessoas em uma mesma conferência, o que onera nosso servidor”, explica Domingos. O cliente ainda pode personalizar a oferta que deseja.

Compartilhe: