Akna

VMware registra receita anual de US$ 7,92 bilhões

Empresa cresceu 12% em um ano, puxada pelo faturamento com licenciamento.

A VMware anunciou os resultados financeiros do seu quarto trimestre e do ano fiscal de 2018, encerrado em janeiro. A companhia teve um aumento de 12% no faturamento comparado ao ano de 2016, alcançando US$ 7,92 bilhões. Só a receita de licenciamento foi responsável por US$ 3,19 bilhões do total, crescimento de 14%.

O novo portfólio da VMware para a revolução do 5G

O lucro líquido GAAP caiu para US$ 570 milhões ou US$ 1,38 por ação diluída, comparado aos índices de US$ 1,19 bilhões ou US$ 2,78 por ação diluída constatados em 2016. Isso porque os resultados GAAP incluem uma despesa líquida estimada de US$ 970 milhões com impostos ligada à promulgação da Lei de Cortes Fiscais e Emprego.

Além disso, estima-se que US$ 800 milhões destes impostos são relacionados à parcela internacional de ganhos da Vmware. Um valor de US$ 167 milhões desse imposto está relacionado à reavaliação de impostos diferidos com taxas mais baixas dos Estados Unidos.

O lucro líquido não-GAAP foi de US$ 2,15 bilhões ou US$ 5,19 por ação diluída – um crescimento de 18% em relação a 2016, que registrou US$ 1,86 bilhão ou US$ 4,39 por ação diluída. Já o fluxo de caixa operacional foi de US$ 3,21 bilhões, enquanto o fluxo de caixa livre foi de US$ 2,95 bilhões.

Representantes da empresa explicam que os resultados positivos do ano fiscal são resultado do amplo portfólio da VMware e sua estratégia. A intenção da empresa é continuar investindo em produtos e serviços para impulsionar o crescimento futuro.

Veja os resultados do quarto trimestre:

  • A receita do quarto trimestre foi de US$ 2,31 bilhão – um aumento de 14% em comparação ao mesmo período de 2016;
  • A receita de licenciamento foi de US$ 1,07 bilhão – um crescimento de 20% em comparação ao quarto trimestre do ano anterior;
  • O lucro líquido GAAP foi de US$ 440 milhões ou US$ 1,09 por ação diluída, comparado a um lucro líquido GAAP de US$ 441 milhões ou US$ 1,04 por ação diluída no mesmo período de 2016;
  • O lucro líquido não-GAAP foi de US$ 691 milhões ou US$ 1,68 por ação diluída – um crescimento de 18% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, que teve US$ 597 milhões ou US$ 1,43 por ação diluída;
  • O fluxo de caixa operacional foi de US$ 847 milhões e o fluxo de caixa livre foi de US$ 748 milhões.

Compartilhe: